logo imag
Imagens médicas pela vida
Saúde em Boas Mãos

Como evitar intoxicações alimentares?

02/08/2017 - 09:38 Por IMAG
Como evitar intoxicações alimentares?
Categorias :
icon comentarios 0 Comentários

Com o verão chegam os dias quentes que convidam a refeições fora de casa, quer sejam piqueniques ou refeições na praia, etc. No entanto o verão é a estação do ano mais propícia a casos de intoxicação alimentar.

As temperaturas elevadas características nesta altura do ano favorecem o desenvolvimento de bactérias nos alimentos mal acondicionados ou preparados sem as condições de higiene necessárias, o que acaba por vezes por resultar intoxicações alimentares.

O que é uma intoxicação alimentar?

A intoxicação alimentar acontece quando são ingeridos alimentos contaminados por bactérias, vírus, fungos, ou outros microrganismos que invadem o organismo e provocam sintomas que se podem traduzir em diarreia, náuseas, vómitos, dores de estômago e, por vezes, febre.

Esta contaminação nos alimentos pode ocorrer quando os alimentos não são devidamente refrigerados, preparados ou acondicionados, o que ocasiona o aparecimento de bactérias.

Geralmente, os sintomas surgem entre 4 a 36 horas após a ingestão dos alimentos contaminados.

Como evitar?

Qualquer alimento pode ser alvo de bactérias, no entanto alguns são mais suscetíveis de promover intoxicações alimentares e que por isso, em dias quentes pode evita-los. Na lista dos alimentos com maior risco de deterioração estão: ovos, iogurtes, leite, mariscos, carne, peixe, fiambre e produtos similares, como mortadela, queijo fresco, requeijão, patés, molhos como maionese, frios como quiches e empadas, bolo com cremes de ovos, natas ou chantilly.

Privilegie em dias de calor (principalmente se fizer transporte dos alimentos) fruta, pão ou outros alimentos secos. É fundamental consumir também bastante água.

Outros cuidados

Para além de evitar em dias quentes o consumo de certos alimentos, existem outros cuidados que deve incluir no seu dia-a-dia, não só no Verão, mas durante todo o ano, que o ajudarão a reduzir o risco de intoxicação alimentar.

Cuidados a ter em casa:

Em casa deve estar atento a 4 cuidados essenciais na cozinha, com a contaminação cruzada, com a limpeza, em cozinhar bem os alimentos e a forma como são acondicionados e refrigerados. Para isso tome nota de alguns conselhos:

  • Lave regularmente as mãos para impedir a proliferação das bactérias, e sempre antes de preparar ou consumir alimentos.
  • Mantenha os utensílios de cozinha e superfícies em contacto com os alimentos limpos, e não utilize o mesmo utensílio (por exemplo, tábua de corte) para alimentos crus e cozinhados.
  • Ao preparar uma refeição, prepare primeiro as verduras e só depois as carnes. Desta forma, evita-se a contaminação cruzada.
  • Lave cuidadosamente os alimentos em água corrente, em particular os que vão ser consumidos crus. 
  • Após serem confecionados, os alimentos devem ser consumidos num curto espaço de tempo e o excedente guardado de imediato no frigorífico ou congelador, devidamente acondicionado num recipiente fechado.
  • Descongele os alimentos dentro do frigorífico e não à temperatura ambiente.
  • Proteja os alimentos dos insetos.
  • Tenha panos diferentes, um para secar a loiça e outro para as mãos.
  • Sempre que preparar piqueniques ou refeições em dias quentes opte pelos que são mais resistentes ao calor e transporte. Mantenha os alimentos bem refrigerados utilizando uma geleira e acumuladores de frio, e mantenha-a de preferência à sombra ou em zona fresca.

 

Cuidados fora de casa

Quando compra alimentos crus fora de casa, ou faz refeições a espaços de restauração deve ter alguns cuidados, tais como:

  • Quando optar por fazer refeições em espaços de restauração, observe as condições sanitário do estabelecimentos e a higiene dos funcionários (cabelos presos, unhas aparadas, roupas limpas, etc.).
  • Evite comer ovos, marisco, carnes e peixes que não estejam bem cozinhados.
  • Lave as latas de bebidas antes de abri-las.
  • Quando fizer compras em mercados ou supermercados, deixe para último os alimentos mais perecíveis, congelados ou refrigerados, para que mantenham a temperatura correta até chegar a casa e se possível, utilize um saco isotérmico.
  • As comidas em buffets devem ser conservadas bastante quentes (acima de 65°C) ou frias (inferior a 5°C)
  • Se vai viajar para um país exótico é possível que tenha de tomar especiais precauções para evitar intoxicações alimentares, como por exemplo, beber sempre água engarrafada. Marque uma consulta do viajante para ter acesso a todas a informação de que precisa para garantir uma estadia com a maior segurança possível.
Comentários

Os comentários estão fechados

Arquivos
Tag Cloud

Ao continuar a navegar no site, concorda com a utilização de cookies. Mais informação