logo imag
Imagens médicas pela vida
Saúde em Boas Mãos

O que fazer para preservar a frescura dos alimentos?

07/11/2017 - 15:03 Por IMAG
O que fazer para preservar a frescura dos alimentos?
Categorias :
icon comentarios 0 Comentários

As intoxicações alimentares são situações bastante debilitantes, por isso o melhor é evitá-las. É verdade que nos espaços públicos podemos estar mais expostos as estas situações, mas no entanto em casa estas situações também acontecem.

Muitas vezes estas situações por negligência na manipulação e conservação dos alimentos, em casa.

Algumas as regras que deve seguir para proteger a sua cozinha e os alimentos dos microrganismos patogénicos:

 

- Alimentos de risco

Alguns alimentos, pela quantidade de água que contêm, são mais sensíveis à contaminação, caso não sejam seguidos os procedimentos adequados. Tenha especial atenção às carnes vermelhas, aves, peixe, produtos láteos não pasteurizados, ovos, arroz e massas já cozinhados, assim como alimentos prontos a comer, os microrganismos utilizam os nutrientes e a água para se desenvolverem.

Estes são considerados de alto risco porque as consequências do seu consumo, se não corretamente preparados, podem ser muito perigosas para a saúde pública, já que as bactérias se multiplicam facilmente

Por outro lado os cereais, o pão, o óleo, o sal e o açúcar têm um risco de contaminação com microrganismos patogénicos bastante mais reduzido, pois o teor de água é menor.

Quando permanecem demasiado tempo sem refrigeração, todos os alimentos são suscetíveis de serem afetados por agentes patogénicos. No caso de alimentos cozinhados em casa e armazenados, estes «nunca devem ser expostos à temperatura ambiente por mais de duas horas».

Se forem conservados no congelador, a perecibilidade vai depender do tipo de alimento. São 12 meses para a carne de vaca e a maioria das hortaliças e cerca de dez para o frango. Para a carne de porco, de caça, peixes magros, ovos, manteiga, tartes e salgados é de seis meses e nos peixes gordos, marisco, natas, massa para bolos, pão, pratos cozinhados e preparados industrialmente é de cerca de três meses.

A carne picada e as salsichas apenas se mantêm cerca de dois meses». Em caso de dúvida quanto à perecibilidade de um alimento, este deve sempre ser rejeitado.

 

Comentários

Os comentários estão fechados

Arquivos
Tag Cloud